Bookmark and Share
Cidadania Europeia e Nacionalidade portuguesa

Nesta área do nosso site encontra informação detalhada sobre a cidadania europeia, à luz do Tratado da União Europeia.
A problemática da nacionalidade portuguesa (a que a Constituição chama cidanania portuguesa) é, propositadamente, inserida no contexto da cidadania europeia.
Depois do Brexit, as cidadanias dos paises da União Europeia ganham novos contornos, na medida em que se adivinham restrições de circulação dos europeus da União no território brintânico e vice-versa.
Ninguém se admirará se, num futuro próximo, o Reino Unido discriminar cidadãos de alguns paises europeus, por relação a outros.
Em qualquer quadro, pensamos que a nacionalidade portuguesa será das menos prejudicadas, maxime em razão de uma velha aliança entre os portugueses e os britânicos.
Isso não significa que  estejamos a revogar um conselho que demos no dia dia seguinte ao do Brexit.
Os portugueses que residirem no Reino Unido e tiverem condições para requerer a nacionaiidade britânica devem fazê-lo, como, de outro lado aconselhamos os britânicos residentes em Portugal há mais de seis anos a requerer a nacionalidade portuguesa.
A MRA tem escritórios em Lisboa, São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Newark e Goa e correspondentes em todo o Mundo. 

Os pedidos de nacionalidade portuguesa que instruímos a pedido dos nossos clientes são processados diretamente em Lisboa. A MRA contribui, por essa via, para o descongestionamento da rede consular portuguesa, prestando um serviço que prima pela qualidade e pela celeridade,  que só uma equipa de advogados e de paralegais experientes pode garantir.

Mais informação